Um padre ortodoxo quase afogou uma criança de 1 ano de idade durante um batismo na Rússia. As imagens são bastante fortes e mostram que durante a celebração a criança é sacodida e forçada a ficar dentro da água. A mãe ainda tentou intervir na celebração, mas o padre não deixou que ela chegasse próximo ao filho. Após o final do ato, o garotinho voltou aos braços da mãe. Ele chorava bastante. O canal de TV russo WTHR, informou que o padre ainda teria dito que durante a celebração era ele quem tinha o poder de controlar os atos do menino. Ainda de acordo com o canal russo, a igreja ortodoxa russa postou desculpas em seu site e o padre foi suspenso por um ano.

nformações com JORNAL O TEMPO