Comitiva de negócios lança pedra fundamental para polo frutífero na região


Foi inaugurada uma usina experimental de energia solar fotovoltaica, de 60.000 Watts, na Fazenda Escola Modelo, no município de Barra, doada pela Casa dos Ventos, nessa quinta-feira (06). O ato simbólico contou com a presença do vice-governador João Leão, recém nomeado secretário do Planejamento, e uma comitiva de produtores de frutas de Petrolina e representantes da Ufob, Univasf e Embrapa.
                                             

"Lançamos também a pedra fundamental no local onde vai ser implantado o primeiro polo frutífero da Bahia, na fazenda Nova Petrolina. Este é o nosso trabalho, planejar o desenvolvimento econômico do estado, visando desenvolver novas práticas agricultáveis e gerar mais emprego para o povo. Esta é a missão do Polo Agroindustrial e Bioenergético que estamos desenvolvendo na região", disse Leão.
                                        
Na Bahia, a Casa dos Ventos possui atualmente um complexo eólico em operação, um em construção e 22 de Energias Renováveis em fase de desenvolvimento, gera mais de 152 mil empregos em toda cadeia produtiva e estima um investimento de aproximadamente R$ 14 bilhões no estado. A usina solar na Fazenda Escola vai ajudar na implantação do cultivo irrigado. Outros 300.000 W de energia solar devem ser instalados, para atender toda a demanda do projeto.

Com interesse em conhecer os potenciais da região, para futuros investimentos, a comitiva foi composta por Francisco Schiochet, presidente da Cantina São Jorge, Jorge Garziera, da Vinícola Garibaldina, Ricardo Cappellaro, da Cappellaro Fruits, Paulo Roberto, da Embrapa-PE, o reitor da Univasf, Paulo Fagundes, e o diretor da Ufob/Campus Barra, Jairo Torres.

Além da Fazenda Escola Modelo, os investidores e pesquisadores visitaram empreendimentos que estão operando e em implantação no município, como a Fazenda Barra Agropecuária, Euroeste, Fazenda Desterro e o campo experimental de banana e soja da Ufob. ASCOM